WordPress 3.9.1 para 3.8.3

Como fazer Donwgrade do WordPress 3.9

*Downgrade é uma expressão inversa a upgrade.

Muitas pessoas perguntam no fórum como fazer downgrade do WordPress 3.9 e nós aqui na Brasa tivemos esse problema de perto, e então resolvemos escrever esse post para esclarecer como fizemos e os riscos e cuidados com essa prática.

O downgrade que fizemos foi da versão 3.9.1 para a versão 3.8.3. Não é recomendado fazer saltos muito grandes entre as versões. E claro, antes de tudo, tenha backups de todo o seu site e faça isso em um momento com o menor fluxo possível de visitas ao seu site.

O que precisamos fazer consiste em trocar todos os arquivos que envolvem o WordPress, deixando apenas o wp-config, .htaccess e a pasta /wp-content. Normalmente, plugins que precisam criar arquivos ou pastas em seu site, o fará dentro da pasta /wp-content, mas é importante observar todos os arquivos da raiz para não apagar algum que não faça parte do core do WordPress.

Fizemos essa parte do procedimento pelo FTP, mas o mesmo pode ser realizado também via cPanel.

Criamos uma pasta chamada /wp-3-8-3 na raiz do site, e para ela subimos o WordPress, menos o wp-config, .htaccess e a pasta /wp-content.

FTP WP 3.9.1 para 3.8.3

Quais arquivos devemos alterar ao fazer downgrade do WordPress 3.9.1 para o 3.8.3

Criamos outra pasta [1], também na raiz, chamada wp-3-9-1, e então arrastamos os arquivos (menos wp-config, .htaccess e a pasta /wp-content) do WordPress que estava rodando no site (o então 3.9.1), isso é apenas por segurança, explico melhor mais abaixo.
Feito isso, entramos na pasta /wp-3-8-3 e movemos para a raiz todo seu conteúdo.

Pronto, o downgrade está feito. Agora ao acessar seu site, ele apresentará uma mensagem dizendo “Seu banco de dados precisa ser atualizado, clique aqui para atualizar”. Clique. Isso acontece porque algumas informações sobre a versão do WordPress ficam salvas no banco de dados, e então com o downgrade ele encontra conflito nessa informação, e com essa atualização do banco de dados ele corrige.

Os riscos

Já fizemos aqui esse procedimento algumas vezes e em todas conseguimos êxito. Sempre fizemos com versões muito próximas. Os riscos são grandes, por isso a indicação é que tenha um backup de tudo antes de fazer isso, principalmente do banco de dados e dos arquivos do seu tema.

Em caso de fazer o procedimento e não der certo, volte os arquivos que guardou naquela pasta, que criei apenas por segurança [1] sobrescrevendo os que estão na raiz.

Ué, mas porque usar uma versão antiga do WordPress?

Pois é, a indicação é que isso seja feito com consciência, pois a cada versão nova do WordPress ele corrigi erros e faz melhorias, com isso ele publica uma lista do que foi atualizado. Sendo assim, algum espertinho (hacker) que encontrar uma brecha em alguma versão do WordPress, pode utilizá-la para de alguma forma usar isso e colocar em risco suas informações.

O downgrade cabe em casos específicos e temporários, por exemplo quando se quer testar um tema ou plugin numa versão anterior.

Esse post foi publicado em Dicas e Truques WordPress e marcado , , por Everaldo Matias. Guardar link permanente.

Sobre Everaldo Matias

Sou grafiteiro e formado em design gráfico. Trabalho desde 2010 com WordPress e sou sócio fundador da Brasa. Colaboro com a Comunidade Brasileira de WordPress, onde sou moderador do fórum de suporte e participo da organização dos WordCamps de São Paulo. Na Brasa trabalho principalmente com desenvolvimento e implementação de sites em WordPress. Escrevo frequentemente posts sobre o assunto onde abordo tendências, ferramentas e tutoriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *