Aplicando SSL grátis no seu site com cPanel

No futuro, sites sem SSL (HTTPS) serão considerados inseguros, e esse futuro é breve. Pensando nisso, foi lançado o projeto Let’s Encrypt, que tem em sua fundação o intuito de levar HTTPS gratuitamente para todos.

Por padrão, o Lets Encrypt funciona através de linha de comando no servidor, mas aqui usaremos um site que funciona como uma interface web do Let’s Encrypt. O site é o sslforfree.com.

Continuar lendo

Parabéns (atrasado) ao Linux!

Na ultima Quinta-feira (dia 25/08) foi o aniversário de 25 anos do GNU/Linux. E mesmo que atrasados, nós da Brasa desejamos um feliz aniversário ao OS mais utilizado no mundo!

Pra comemorar, resgatamos o primeiro post do Linus Torvalds (fundador do Linux) anunciando o sistema:

 

Olá a todos que usam minix-

Estou criando um sistema operacional (livre) (apenas como hobby, não será grande e profissional como o gnu) para clones AT 386(486). Estou me preparando desde abril, e está começando a tomar forma. Gostaria de receber qualquer feedback de coisas que as pessoas gostam ou não gostam no minix; como meu SO se assemelha um pouco (algum layout físico no sistema de arquivos devido a razões práticas) além de outras coisas.

Eu já portei o bash (1.08) e o gcc (1.40), e as coisas parecem estar funcionando. Isso implica que eu terei algo em prática em alguns meses, e gostaria de saber que recursos a maioria das pessoas quer. Quaisquer sugestões são bem-vindas, mas eu não prometo implementá-las 🙂

Linux Torvalds torvalds@kruuna.helsinki.fi

PS. Sim – ele está livre de qualquer código minix, e tem um fs de multithread. Ele não é portável (usa chaveamento de tarefas, etc. 386) e provavelmente nunca será compatível com nada além de discos rígidos AT, pois isso é tudo que eu tenho :-).

 

Essa mensagem antiga mostra muito bem como funciona o software livre e como uma simples brincadeira de um recém adulto (Linus tinha 21 anos quando iniciou o Linux em 1991) foi capaz de virar a base de toda uma comunidade global, dos que pensam o software livre como meio de liberdade.

O GNU/Linux nos deu possibilidade de criar o novo sem ficar preso a sistemas operacionais fechados. Graças a eles (GNU e Linux) surgiram todas essas inovações baseadas em software livre, graças a esse sistema, temos o WordPress e tudo mais.

Parabéns Linux!

Contribua com o WordPress no WP Translation Day

Entendo que muitas vezes a contribuição com WordPress fica focada em usuários técnicos, ou seja, desenvolvedores, designers, administradores de servidores, etc. O usuário comum, aquele que de fato usa a plataforma acaba ficando de lado e deixando de colaborar.

Mas existe um jeito fácil para o usuário comum colaborar com o software livre (e é uma das coisas mais importantes): ajudando na tradução.

E vendo a importância de trazer esse tipo de colaboração para dentro do WordPress, a comunidade do mundo todo está organizando um dia inteiro de palestras e informações desse tema. Será no dia 24/04: WPTranslationday.org.

Convido todos a acompanhar e quem puder, claro, usar esse dia para fazer conteúdo sobre tradução do WordPress.

 

Trabalhando com a REST API V2 do WordPress usando Ionic e AngularJS — Parte 2: Listando todos posts

Na semana passada começamos nossa série preparando o terreno, isso é, instalando todo o necessário para iniciarmos a construção.. Agora vamos partir para a programação e consumo dos dados do WordPress.

Hoje vamos criar uma página para exibir todos os posts do WordPress no nosso aplicativo, e por fim, na próxima semana vamos terminar compilando nosso app para rodar no Android.

Continuar lendo

Trabalhando com a REST API V2 do WordPress usando Ionic e AngularJS — Parte 1: Preparando o terreno

WordPress era uma plataforma só para blogs — Mas hoje isso já não é assim: Desde 2010, quando foi apresentado os tipos de posts e taxonomias personalizadas, a equipe por trás do WordPress luta para transforma-lo numa grande plataforma com diversos usos, ficando quase que um framework especifico para gerenciamento de conteúdo. A ultima novidade e que desde 2014 está sendo muito falada na comunidade é a REST API, essa API possibilita diversos usos, mas aqui falarei sobre o principal: Com ela podemos construir aplicativos moveis para consumir o conteúdo gerado pelo WordPress. Incrível, não?!

Nesse tutorial, vou dividi-lo em mais de uma parte, porque ele será grande e ficaria impossível e enrolado explicar tudo num post só. Então vou dividir em vários.

Nessa primeira parte do tutorial somente prepararemos o terreno, isso é, vamos instalar tudo o que é necessário para consumir os conteúdos do WordPress para nas próximas semanas partir para de fato construir uma aplicação.

Todo o tutorial será feito com base no sistema operacional Linux. Eu estarei usando o Ubuntu, para ser mais especifico, mas não será difícil aplicar em outros sistemas Unix Like.

Continuar lendo

Conheça o Odin e seus poderes!

Você conhece o Odin? Não, não estou falando do deus nórdico (e nem do personagem da Marvel, hehe) e sim do framework para criação de temas WordPress.

Odin é um framework desenvolvido pela comunidade brasileira do WordPress e usado por vários sites. Aqui na Brasa nós usamos e contribuimos com o Odin.

Nesse post vou listar algumas coisas possíveis de fazer com esse framework fantástico!

Continuar lendo

Exibindo ícone do site padrão caso nenhum seja adicionado

Com a versão 4.3 ou maior do WordPress é possível trocar o ícone do site (favicon)  pela página administrativa Personalizar. Nesse tutorial vou mostrar como podemos deixar um favicon padrão se não houver nenhum setado pelo painel.

Antes de tudo segue um artigo na Wikipédia caso você não saiba o que é favicon.

Agora vamos nessa!

Continuar lendo

Fazendo requisições HTTP através de funções do WordPress

Você precisa usar a API de algum sistema, ou um webservice, o caminho seria CURL ou outra função do PHP, certo? Errado — No WordPress você pode economizar tempo usando funções próprias, sendo que essas funções vão verificar automaticamente qual a melhor forma de faze-lo, seja CURL ou outro.

Tudo será feito usando a chamada HTTP API do WordPress.

Continuar lendo